março 24, 2017

Filme: Jovem aos 50 - A história de meio século da Jovem Guarda


No dia 22 de Agosto de 1965, entrava no ar pela primeira vez um programa de jovens cantores que iria revolucionar a moda, os costumes, a forma de agir e de falar de toda uma geração. E que alcançaria índices de audiência jamais repetidos na TV brasileira. Com depoimentos de mais de 50 artistas que se destacaram nessa época, o filme intercala imagens de programas e filmes da época.


JOVEM AOS 50 - A HISTÓRIA DE MEIO SÉCULO DA... por cineclick

março 17, 2017

Da infância à Jovem Guarda, Roberto Carlos começa a virar filme


O filme sobre Roberto Carlos começou a ser produzido. Aos 75 anos, o artista faz encontros em sua casa com o diretor Breno Silveira e equipe para contar passagens de sua vida que poucos conhecem. O longa, ainda sem previsão de estreia, vai começar nos anos de infância de Roberto e seguir até a saída do artista do programa Jovem Guarda, em 1968, quando segue para o Festival de San Remo, na Itália, e volta pronto para estrear sua carreira mais alinhada com a soul music e as canções românticas.

Breno conta com a ajuda de Nelson Motta para criar o roteiro. Um recurso a ser usado será a voz do próprio Roberto cantando a capela para narrar alguns episódios. “A sensação nesses encontros que estamos é de que ele vai abrir o coração mesmo”, diz Breno Silveira.

Ele não confirma a informação de que Roberto irá incluir ou deixar de fora temas delicados que estiveram na biografia de Paulo Cesar de Araújo, proibida de circular há 10 anos. O acidente do trem na infância, que o fez perder parte da perna direita, é um dos mais sensíveis.

Se a história deve ser contada, que seja por seu protagonista. Afinal, é ele, e mais ninguém, o dono das próprias lembranças. Não exatamente com essas palavras, mas com esse mesmo teor, Roberto Carlos defendeu sua postura contrária às biografias não autorizadas em 2014. Criou assim um fuzuê generalizado, iniciado mais precisamente há dez anos, quando o artista entrou na Justiça para tirar de circulação o livro Roberto Carlos em Detalhes, de Paulo Cesar de Araújo, e finalizado em 2015, no tribunal mais alto do País, o STF. A decisão favorável às publicações sem autorização abriu a porteira para as editoras, empolgou biógrafos, mas nunca mudou as ideias de Roberto Carlos.

Canções para mim

Se a história deve ser contada, uma delas será por seu protagonista. Roberto está em processo de revisionismo da própria vida, abrindo gavetas da memória, algumas mais pesadas, e narrando episódios até então desconhecidos para o cineasta Breno Silveira e o jornalista e produtor Nelson Motta. É o início do que deve se tornar uma produção cinematográfica das mais aguardadas do cinema nacional dos últimos tempos. A vida de Roberto, que já prometeu escrever também uma biografia, será contada por ele mesmo em um filme dirigido pelo homem que quebrou recordes de bilheteria com Dois Filhos de Francisco, de 2005, e que desenvolveu a trama de À Beira do Caminho, de 2012, a partir das canções de Roberto.

A linha de produção está na primeira etapa. Depois de decidirem o roteiro, com as passagens de Roberto devidamente colhidas, os produtores começam a garimpar os atores. Silveira, até agora, sentou-se por três vezes com Roberto. “Foram três encontros bem longos até agora.” Uma primeira informação divulgada pela imprensa, não confirmada pela direção, de que o cantor estaria falando sobre o acidente de trem na infância, que sacrificou parte de sua perna direita, teve uma péssima repercussão entre o artista e os produtores. Agora, todos tomam muito cuidado quando se pronunciam. E muitos, apenas sob anonimato. “Vai ser sobre a juventude de Roberto”, diz um deles.

O recorte adotado pelo cineasta será da infância de Roberto, na cidade capixaba de Cachoeiro do Itapemirim, até o final da Jovem Guarda. Há muita vida depois do fim das jovens tardes de domingo, com a fase soul dos anos 1970, a romântica dos 80 e a religiosa dos 90, mas nada será aproveitado. As fases deixadas de fora suscitam a hipótese de que haja uma ou duas continuações, mas nada é confirmado.

O tom do filme não será de uma cinebiografia convencional. Algumas cenas terão como narrativa a voz de Roberto cantando a capela canções que explicam por si só sua vida, uma prova de que sua biografia está escrita há anos pelas suas próprias canções. Gente ligada à equipe de produção conta que o recurso da narração feita pelo próprio artista está sendo pensado para arrepiar o espectador.

As memórias de Roberto estão indo a recantos da alma que seu público não conhece. “Ele contou coisas incríveis, passagens que nem imaginávamos que havia vivido”, confirma Breno Silveira.

Outros jovem-guardistas

Seu amigo, Erasmo Carlos, deve ter a vida contada nas telas mais cedo. Em fase final de produção, Minha Fama de Mau (baseado em seu livro de memórias) tem previsão de estreia para o segundo semestre. A direção é de Lui Faria e o ator Chay Suede é quem faz o papel de Tremendão. Wanderléa, a terceira integrante no time de apresentadores do programa Jovem Guarda, também terá sua vida passada a limpo por ela mesma e pelo jornalista Renato Vieira em um livro biográfico que está sendo finalizado. Do mesmo período, Eduardo Araújo lançou recentemente sua autobiografia, Pelos Caminhos do Rock, e Jerry Adriani prepara um livro de memórias para este ano, quando comemora 70 anos de idade.




As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

março 13, 2017

Três shows para matar as saudades da Jovem Guarda

Leno e Lilian: sucessos da jovem guarda (Stéferson Faria/Divulgação)

Sucesso nos anos 60, a dupla Leno e Lilian, Renato & Seus Blue Caps e o cantor Luiz Vieira fazem shows na cidade esta semana.

Leno e Lilian. Depois de treze anos sem se apresentar no Rio, a dupla, reunida em 2015 para celebrar os cinquenta anos da jovem guarda, passeia por sucessos dos anos 60 como Pobre Menina, Eu Não Sabia que Você Existia e Devolva-me, gravada mais tarde por Adriana Calcanhotto.

Imperator. Rua Dias da Cruz, 170, Méier. Quarta (15), 16h. R$ 40,00.

Renato & Seus Blue Caps. Veterano do rock, o grupo formado por Renato Barros e seus amigos em Piedade promete uma festa de arromba para comemorar 58 anos de carreira. No repertório, canções que fizeram sucesso na década de 70, a exemplo de Menina Linda.

Teatro Bradesco. Avenida das Américas, 3900, Barra (VillageMall). Quinta (16), 21h. R$ 160,00 (frisa e balcão nobre) a R$ 280,00 (plateia baixa).

Luiz Vieira. Estrela do rádio, o cantor nascido em Pernambuco, com quase sete décadas de carreira, relembra temas como Prelúdio para Ninar Gente Grande (Menino Passarinho), ao lado de convidados do naipe de Agnaldo Timóteo, Zezé Motta, Márcio Gomes, Ellen de Lima e Luciene Franco.

Theatro Net Rio. Rua Siqueira Campos, 143, Copacabana. Quarta (15), 16h. R$ 80,00.




Fonte:vejario.abril.com.br


março 09, 2017

Após trombose, Jerry Adriani será substituído por Wanderley Cardoso em shows na Bahia

O cantor Jerry Adriani vai ser susbstituído pelo também astro da Jovem Guarda, Wanderlei Cardoso, em três shows que serão realizados em Salvador, no fim de semana. A informação foi divulgada pela assessoria de Jerry Adriani nesta segunda-feira (6). De acordo com a assessoria, a mudança foi feita após o cantor sofrer uma trombose venosa na perna esquerda.

Ainda segundo a assessoria, Jerry adriani passa bem, mas foi orientado pelos médicos a não fazer esforço. Ele está internado em um hospital no Rio de Janeiro desde a sexta-feira (3). Em uma página nas redes sociais, o cantor publicou um vídeo para tranquilizar os fãs. "Estou bem", disse o artista.
As apresentações que serão feitas por Wanderlei Cardoso, no lugar de Adriani, serão realizadas, às 20h, na sexta-feira (10), no sábado (11) e no domingo (12), no Café-teatro Rubi, que fica no Sheraton da Bahia Hotel, no Campo Grande.
O Café-Teatro Rubi informou que quem adquiriu ingresso para a apresentação de Jerry Adriani e não quiser asssitir ao show de Wanderley Cardoso poderá pedir o valor pago de volta. Quem ainda não adquiriu as entradas e tiver interesse em assistir ao show, pode comprar na internet, na bilheteria do local (de segunda a sábado, das 14h às 19h, e em dias de apresentação até às 20h30) ou pelo Call Center (71) 2626-0032. Cada ingresso custa R$ 120.
saiba mais
Show  de Wanderley
O também ídolo da Jovem Guarda, Wanderley Cardoso, aceitou o convite do Café-Teatro Rubi, Sheraton da Bahia e irá substituir e homenagear o amigo e parceiro Jerry Adriani.

Wanderley, que já tinha uma festa agendada no Rio de Janeiro para comemorar seu aniversário no dia 10, em função do ocorrido cancelou o evento e vai comemorar 50 anos de carreira e 72 de idade na companhia dos fãs baianos.
Na apresentação, o eterno "bom rapaz" apresenta, além dos grandes sucessos da época da Jovem Guarda, canções do álbum de gravações inéditas, em que revisita sucessos da música italiana. Entre as canções, destacam-se "O Sole Mio", "Roberta" e "Volare".  Wanderley também divide os vocais nas músicas "Caruso" e "Io Che Non Vivo

G1

fevereiro 10, 2017

Jerry Adriani faz duas apresentações em Salvador

Músico se apresenta em 10 e 11 de março, no Café-Teatro Rubi.
Show compila os melhores momentos da carreira do cantor.

Jerry Adriani  (Foto: Rodrigo Meneghello/Divulgação)

O astro da Jovem Guarda Jerry Adriani se apresenta nos dias 10 e 11 de março, no Café-Teatro Rubi, localizado no Sheraton da Bahia Hotel, bairro do Campo Grande, em Salvador. O show "Outro e Outras" faz uma viagem musical por algumas das fases mais importantes da carreira do artista.
O espetáculo começa com sucessos marcantes do início de sua carreira, nos anos de 1960, e segue com as influências de Jerry, a começar pelo rock n' roll  e por Elvis Presley, cantor que modificou o comportamento dos jovens de todo o planeta.

A ligação de Jerry com a música italiana também não poderia ficar de fora do show. No roteiro, ele faz uma forte interpretação de “Monte Castelo”, em português e italiano, canção que teve registro no disco “Forza Sempre”, em que Jerry interpreta, em italiabno, sucessos de Renato Russo.

Jerry mostra ainda seu ecletismo interpretando desde clássicos da música americana, como “Georgia on My Mind”, de Ray Charles, a músicas brasileiras consagradas, como “Lembra de Mim”, de Ivan Lins e Vítor Martins, ou ainda um clássico do tango, como “Uno”, do imortal Carlos Gardel. Um momento marcante é “Medo da Chuva”, música que o amigo Raul Seixas fez para Jerry cantar, e que ganha um arranjo mais rock n' roll. A última parte do show é uma homenagem à Jovem Guarda.


O show está marcado para começar às 20h30. Os ingressos custam R$ 120 e podem ser adquiridos pela internet, na bilheteria do local (de segunda a sábado, das 14h às 19h, e em dias de apresentação até às 20h30) ou através do Call Center (71) 2626-0032.

SERVIÇO:
Jerry Adriani – Outro e Outras
Data: 10 e 11 de março (sexta e sábado)
Local: Café-Teatro Rubi (Sheraton da Bahia Hotel, Campo Grande - Salvador)
Horário: 20h30
Ingresso: R$ 120 (podem ser adquiridos pela internet, na bilheteria do local (de segunda a sábado, das 14h às 19h, e em dias de apresentação até às 20h30) ou através do Call Center (71) 2626-0032






Fonte:g1.globo.com

janeiro 20, 2017

Ídolos da Jovem Guarda inauguram projeto “Jovens Tardes” no Theatro Net Rio

Moacyr Franco

Em 1965, Roberto, Erasmo e Wanderléa davam início a um projeto inovador e que mexeria com os ânimos da juventude daquela época. Entrava no ar o programa Jovem Guarda, na TV Record, reunindo talentos do movimento da Jovem Guarda, apresentado ao vivo de São Paulo. Rapidamente o programa se tornou uma febre, explodindo na audiência, lançando moda e consagrando nossos reis e rainhas do iê iê iê. Mais de 50 anos depois e embalados pelo sucesso da peça “60 Década de Arromba – Doc. Musical”, a produtora Brain + lança o projeto “Jovens Tardes”, no Theatro Net Rio. Durante todo o verão, grandes nomes da nossa MPB marcam presença sempre às 16h para relembrar sucessos e conquistar a juventude de hoje. Moacyr Franco, Ângela Maria, Agnaldo Timóteo, Marthinha e Wanderley Cardoso integram o time de cantores da primeira edição do projeto.

Moacyr Franco estreia projeto dia 25 de janeiro

O cantor, ator, escritor, humorista e diretor Moacyr Franco será o primeiro a subir no palco do Theatro Net Rio para inaugurar o projeto Jovens Tardes, dia 25, quarta-feira, às 16h.

Nesse show ele leva toda sua versatilidade para os fãs que o acompanham durante seus mais de 50 anos de carreira, em duas horas de apresentação, com mais de 20 canções que embalaram e emocionam várias gerações.

A segunda atração a se apresentar no dia 1º de fevereiro será a cantora Ângela Maria.Em forma física e vocal plena, a cantora que é considerada por muitos a Rainha da Música Popular Brasileira, continua com sua vida artística totalmente ativa. Em 2015 lançou o disco “Angela à vontade em voz e violão” e se apresentou em mais de 30 cidades brasileiras levando este projeto.  Em 2016 lançará pela gravadora Biscoito Fino um novo álbum dedicado às canções de Roberto e Erasmo.

O dia 8 de fevereiro será dedicado a Agnaldo Timóteo. No ano em que comemora cinco décadas de trajetória artística, Agnaldo lança pelo selo do Canal Brasil o CD e DVD, “50 Anos na Estrada Asfaltada”, gravado ao vivo no teatro São Pedro (SP), com as participações especiais de Angela Maria, Alcione, Cauby Peixoto, Claudette Soares e Martinha.

Dona de uma voz personalíssima, facilmente identificável e um enorme talento de compositora, Martinha será a atração no dia 15 de fevereiro, às 16h. Apelidada por Roberto Carlos como “Queijinho de Minas”, a cantora relembrará sucessos como “Barra Limpa”, “Eu te amo mesmo assim”, “Eu daria minha vida”, entre muitos outros.

Para encerrar a primeira edição do projeto “Jovens Tardes”, o Theatro Net Rio receberá no dia 22 de fevereiro o cantor Wanderley Cardoso. Em seu show, canções que o consagraram como “Preste Atenção”, “Abraça-me Forte”, “Meu Amor Brigou Comigo”, “Te Esperarei”, “Promessas”, “Fale Baixinho”, entre outros.

SERVIÇO:

JOVENS TARDES

Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping Cidade Copacabana).

Convidados:

25 de janeiro – Moacyr Franco

1º de fevereiro – Angela Maria

8 de fevereiro – Agnaldo Timóteo

15 de fevereiro – Marthinha

22 de fevereiro – Wanderley Cardoso

Horário: 16h.

Classificação: 12 anos.

Duração: 60 minutos.

Ingresso: R$ 80,00 (plateia, frisas e balcão) e R$ 40,00 (Balcão com visão parcial).

Direito à meia entrada e descontos :  http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html

Capacidade do Teatro: 622 lugares.

Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060

Site: www.theatronetrio.com.br

Vendas pela internet:  www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido – (11) 4003 – 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido – (11) 4003 – 2051
Informações sobre ponto de venda da Ingresso Rápido de outros eventos fora do Theatro Net Rio, somente pelo telefone – (11) 4003 – 1212
Horário de funcionamento – Todos os dias das 10h às 18h.

Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.

Reservas para grupos: Beatriz Barcelos – beatrizbarcelos@brainmais.com

Somente pelo telefone: (21) 96629 – 0012
Horário de atendimento – De Segunda a Sábado de 14h às 21h.

Formas de pagamento: Aceitamos todos os cartões de crédito, débito, vale cultura nas bandeiras (Alelo & Ticket) e dinheiro. Não aceitamos cheques.

Acessibilidade

Estacionamento no Shopping, entrada pela Rua Figueiredo Magalhães, 598.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates