novembro 05, 2013

Deputado rejeita propostas de Roberto Carlos sobre biografias

As propostas de Roberto Carlos e outros artistas levadas à Câmara dos Deputados para regular a lei das biografias não foram bem recebidas. Ao "abrir mão" da autorização prévia para a publicação dos livros, as celebridades queriam uma contrapartida: inserir no texto em discussão capítulo que dissesse que a intimidade era inviolável.

SENTENÇA
"É uma proposta inaceitável. O mundo todo reconhece que privacidade de celebridade não é absoluta pois elas escrevem a história", diz o deputado Newton Lima (PT-SP), autor do projeto que acaba com a autorização prévia às biografias. "A lei não pode dizer em momento algum quais assuntos são permitidos e quais são proibidos, ou sua ideia central de liberdade será ferida de morte."

CALADO
O fato de Caetano Veloso ter afirmado que o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, não fala pelo conjunto da Associação Procure Saber dificultou ainda mais o acolhimento das sugestões do grupo, do qual fazem parte, além de Roberto e Caetano, também Gilberto Gil e Chico Buarque. "Quem falava conosco era o Kakay. Entendemos agora que os artistas estão sem interlocutor", diz o deputado Lima.

CALADA
E, no serpentário que virou a Procure Saber, a iniciativa de Caetano, de desautorizar Kakay, advogado de Roberto Carlos, é tida por muitos como retaliação. Há algumas semanas, representantes de Roberto ajudaram a desautorizar Paula Lavigne, ex-mulher do cantor, de falar sobre o tema em nome da mesma associação.







Fonte:Folha Uol

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por nos dar o prazer da sua visita.
Seu comentario será publicado depois de moderado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates