maio 08, 2013

O sonho de um mundo melhor que moveu milhares de jovens



Talvez, nunca se tenha sonhado tanto. Diante do quadro de misérias, injustiças sociais, violências e guerras intermináveis, os jovens dos anos 60 protestam e lutam, movidos pelo sonho de um mundo melhor, independentemente do sistema capitalista ou socialista.


O início dessa explosão jovem dá-se em 1962, com o advento do grupo inglês The Beatles, que desencadeia novas formas de comportamento.

Mais tarde, já como um fenômeno mundial - John Lennon, Paul MacCartney, George Harrison e Ringo Starr, apontam para a construção de um mundo novo, expressando tendências diversas.

Atualmente, 50 anos depois, as músicas dos Beatles ainda são relançadas com sucesso, o que nos leva a concluir que algumas das tribos dos anos 60 não só permanecem, como continuam atraindo novos adeptos, através de mensagens eternas.

O sonho de um mundo melhor moveu milhares de jovens daquela geração,rumo a um movimento gregário, quase espontâneo em alguns momentos.Enquanto grupo social, eles significaram, na época, o que atualmente representa a participação política, social e profissional das mulheres.Nesse contexto, alguns dos temas mais mobilizadores dos anos 60 foram a crise da sociedade industrial-urbana e a necessidade de um retorno e maior respeito à natureza, sendo o movimento hippie a grande expressão dessa concepção de amor à natureza.


Paralelamente,estão presentes, também, as idéias de combate às guerras e à luta pela paz no mundo. As marcas dessas utopias se encontram em expressões como Paz e Amor e Faça Amor, não Faça a Guerra, disseminadas pela juventude daquela década.
Por outro lado, um traço bem forte dessa geração era a crença de que deveriam e poderiam mudar o mundo, desvelando idéias de luta e revolução, em meio a certo romantismo ingênuo. De qualquer forma, em todo o processo sócio-histórico, os principais mitos e lideranças são quase sempre masculinos,restando às mulheres um papel geralmente secundário, na construção das utopias que movimentaram os anos 60.


Outro grande tema, que ocupa lugar expressivo nos debates sobre o processo de emancipação humana, é a questão da mulher e da opressão feminina,perpetrada pelos homens, ao longo da história de uma sociedade machista. Tais questões transcendem o simples confronto dos regimes políticos, priorizando a luta pelos direitos da mulher, o combate ao machismo, o amor livre, a luta pela igualdade de direitos. O Movimento Feminista, entre outras lideranças, se fortalece através das idéias da norte americana Betty Friedan também, nos anos 60, as mulheres dão início a um movimento de autonomia, política e profissionalização feminina.
Aqueles pertencentes às classes médias vão à luta por seus direitos, mas, para as das classes populares, esse processo se revela mais difícil, por ainda enfrentarem duas opressões: a de gênero e a de classe, somadas à questão étnica, no caso da mulher negra.


Desta forma, muitos mitos povoaram sonhos daquela geração, ao longo de três décadas, dos anos 60 aos 80: o sonho americano de democracia e do welfare state; o sonho da Revolução de 1917, que traria finalmente a igualdade entre os homens e, enfim, o sonho hippie de paz e amor, vencendo as guerras.

Todos esses movimentos contribuíram para novos comportamentos, que se delineiam nos anos 60,  acompanhados de uma consciência etária, uma oposição jovem/não-jovem.
Talvez, ao longo do processo histórico da humanidade, a figura da juventude nunca tenha assumido um papel social tão determinante.

E os jovens de hoje, será que também sonham com um mundo melhor ?




Um comentário:

  1. Eu graça a Deus sou desta geração,foi as das melhores tenho muita saudade desta época,ouvi também Nelson Gonçalves,Francisco Egidio,frascito Petronio,Carlos Garlhado,muitos da velha guarda,no meu tempo só tinha radio.

    ResponderExcluir

Obrigado por nos dar o prazer da sua visita.
Seu comentario será publicado depois de moderado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates