maio 13, 2013

Saudosistas sim, ainda bem



Não da para não sentir saudades, e quem disse que ser um saudosista é ruím, ruím é não ter do que sentir saudades.

A jovem guarda fez que ficassemos saudosistas sim, e a gente percebe isso quando mira o rosto de Erasmo Carlos. Traz a marca dos anos dos embalos de sábado à noite e das festas de arromba, onde o máximo que acontecia era entornar o whisk no chão. Mas acho que tinha " lança" também, porque naquela época era fácil e liberada.

A frases da época giravam em torno de: Meu carro é vermelho, só uso espelho pra me pentear... ou Eu sou o negro gato de arrepiar...mas como é grande o meu amor por você...Parecia uma época mais tranqüila, mais pura, mais romântica. Não é saudosismo, é realidade mesmo. Pairava no ar a inocência da Jovem Guarda, pelo menos musicalmente, já que nunca ficou comprovado se Wanderléa "ficou" com Roberto Carlos ou Ronnie Vonn, etc.

Músicas como A Historia de Um Homem Mau, que foi uma das que iniciaram o movimento, cantada por Roberto Carlos era um hit de tocar três a quatro vezes por dia em todas as rádios, principalmente as mais famosas do Rio e São Paulo. A quando a gente ficava irritado das comparações de Paulo Sérgio com o próprio Roberto na maneira de cantar. E olha que ambos eram do Espirito Santo. Da mesma maneira sentíamos antipatia por Ronnie Von, que uma vez declarou que tinha chegado para desbancar o rei Roberto.

Os marmanjos babavam quando Rosemary cantava na televisão ou aparecia nas fotos das revistas. Era bonita. Assim como atraia a atenção a Wanuza e as pernas da Wanderléa. Mas linda mesmo era a Lilia do Leno. Loirinha de chamar a atenção de todos. No lado dos homens, Jerry Adriani ficava na dele, parecendo mineiro, ia comendo calado todo mundo que aparecia na sua frente.

Os conjuntos. Renato e Seus Blue Caps representava mais o pessoal do reinado da época, embora Lafayette despertava uma dúvida terrível quando diziam ser dele o órgão das musicas do Roberto.  E depois tinha os Incríveis do baterista Netinho - que teve um caso com a Italiana Rita Pavoni - e marcou todo o país com a musica Era Uma Vez Um Garoto. Lá, os USA estavam no Vietnam. Porém os bailes da época eram tocados pelo Fevers, que tinha mais ritmo por causa do Miguel, seu líder, entender de arranjos, etc.

Bons tempo que não voltam mais. A música do Roberto 'Jovens Tardes de Domingo' retrata fielmente esta época. Pegue-a e escute-a com atenção que virá na mente todo o esplendor desta Jovem Guarda maravilhosa.




0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por nos dar o prazer da sua visita.
Seu comentario será publicado depois de moderado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates