outubro 07, 2012

A Música no Brasil

A música existente no Brasil já estava presente no país antes mesmo da chegada dos portugueses. Os índios eram músicos natos.
Eles Cantavam e dançavam em louvor a entidades sobrenaturais, caça, pesca guerra, nascimento, morte e outras comemorações. Os índios ficaram deslumbrados com a beleza da música sacra,
quando foi celebrada a primeira missa no Brasil.
Os próprios índios faziam os seus instrumentos musicais, que eram passados de pai para filho como herança. Alguns desses instrumentos eram considerados sagrados.



O índio músico possuía regalias e destaque. Quando preso por tribos diferentes tinha o direito de não ser condenado à morte. Os jesuítas usaram a música para se comunicarem com os índios. Anchieta recebeu a alcunha de O Canarinho de Coimbra, por utilizar a música como sedução para a catequese e compor várias músicas em tupi. Viajou pelo Brasil criando nas aldeias as escolas de ler, cantar e tocar instrumentos. O Brasil recebeu influência de vários povos em sua música, mas principalmente do índio, do negro e do português.

A partir do século XVIII, a vinda de D. João VI e o progresso do grupo musical Santa Cruz, propiciaram um grande desenvolvimento na capital Rio de Janeiro.

Os italianos tiveram grande importância para a música colonial, desembarcaram trazendo a sua música, influenciando assim a formação musical brasileira. A modinha foi à primeira forma de canção brasileira; é um gênero de cantiga popular acompanhada por violão e cantada por seresteiros, no início do século XX .



A partir de 1910 começaram a aparecer às primeiras gravações de um tipo de música denominado Samba.

O primeiro samba de sucesso foi Pelo Telefone de Donga e Mauro de Almeida, lançado no carnaval de 1917. O samba inicialmente era um samba batucado, chamado Samba de Morro, não apreciado pelas classes favorecidas.

Mas o samba saiu do morro e atingiu a sociedade, influenciado pelo bolero nascia o samba canção, apropriado para salões e orquestras.




A fase primitiva da música popular brasileira (1889/1927), contou com compositores como Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazaré, Pixinguinha, Catulo da Paixão Cearense, Vicente Celestino, Francisco Flores, etc. Em 1922, na Semana da Arte Moderna o musicista Heitor Villa Lobos se reuniu com outros artistas para apresentar a música brasileira em sua fase modernista. A partir de 1927 com a chegada das primeiras guitarras elétricas, começa no Brasil a Fase de Ouro da Música Popular Brasileira.
Os grandes músicos da Fase de Ouro da MPB foram: Noel Rosa, Ary Barroso, Ismael Silva, Ataúfo Alves, Dorival Caymmi, Lupcínio Rodrigues, Moreira da Silva, Carmem Miranda, Silvio Caldas, Orlando Silva, Dalva de Oliveira e outros.


Em 1959 surge a Bossa Nova, um estilo conhecido e apreciado internacionalmente. Entre outros podemos citar João Gilberto, Tom Jobim, Roberto Menescal, Vinícius de Morais, Ronaldo Bôscoli, Quarteto em Cy, MPB 4, Elis Regina, Baden Power, como principais representantes desse estilo muito bem elaborado musicalmente que é a Bossa Nova. Compositores como Chico Buarque, Caetano Veloso, Gutemberg Guarabira, Milton Nascimento, Fernando Brant, Geraldo Vandré, Jair Rodrigues e Elis Regina faziam uma música que além de agradar com seu jeito alegre ganhou ares de protesto denunciando problemas sociais. Seus compositores passaram a serem presos e exilados, reprimidos por meios de atos institucionais decretados pelo governo da ditadura militar.


Nos festivais liderados por Roberto Carlos surge um estilo musical chamado Jovem Guarda. Nos fins dos anos 60, outro estilo musical surge:

O Tropicalismo, uma música cultural sem preconceitos estéticos. Caetano Veloso e Gilberto Gil marcaram o início desse movimento.

Em 1968, com a censura da ditadura, alguns compositores como Caetano Veloso, Chico Buarque, Edu Lobo tiveram que deixar o país.





As décadas de 70/80 foram marcadas pelo rock brasileiro e canções românticas iniciadas nas décadas anteriores. Sendo seus principais representantes Rita Lee, Os Mutantes, Raul Seixas, Secos e Molhados, Elis Regina, Fagner, Fáfa de Belém, Tim Maia, João Bosco, Gal Costa, Lulu Santos e mais tarde Legião Urbana, Capital Inicial, Titãs e outros. A partir da década de 90 a música brasileira passa por inúmeras renovações, modificações que levam em conta a manipulação da mídia, das comunidades e até mesmo das religiões, destacando no cenário brasileiro estilos como Pop Rock, Metaleiro, Funk, Axé, Pagode, Forró e outros.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por nos dar o prazer da sua visita.
Seu comentario será publicado depois de moderado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates