outubro 17, 2013

Chico Buarque mentiu para agradar Roberto Carlos e se deu mal

Chico Buarque durante a entrevista ao biografo Paulo Cesar Araujo

Ontem publicamos uma matéria sobre esse assunto, e não sabíamos que o escritor Paulo Cesar Araujo tinha uma prova (vídeo) da entrevista que Chico Buarque deu para ele mas que negou publicamente que tivesse dado a tal entrevista. Hoje ele provou que não mentiu como afirmou Chico Buarque, na verdade quem mentiu foi o Chico.

Veja parte das declarações de Chico Buarque publicada no Globo:

No texto, Chico afirmou que o autor de "Roberto Carlos em detalhes" (obra que foi recolhida das livrarias), cita na obra uma conversa que não existiu: "Lamento pelo autor, que diz ter empenhado 15 anos de sua vida em pesquisas e entrevistas com não sei quantas pessoas, inclusive eu. Só que ele nunca me entrevistou".
O biógrafo respondeu a acusação em artigo também publicado no Globo: "Foi com grande espanto que li, quarta, declaração de Chico Buarque aqui no GLOBO, afirmando que jamais me deu uma entrevista. Ou seja, ele alega que eu teria faltado com a verdade ao incluí-lo entre as fontes listadas na biografia “Roberto Carlos em detalhes”. Ocorre que Chico Buarque foi, sim, uma das 175 pessoas que entrevistei para a pesquisa que resultou naquele livro. O artista certamente se esqueceu, mas ele me recebeu em sua casa, na Gávea, na tarde de 30 de março de 1992". Ele divulga ainda o vídeo em que mostra o trecho da entrevista em que Chico fala de Roberto Carlos.

O biógrafo Araújo se disse surpreso com o apoio dos músicos à causa de Roberto Carlos: "O que levou o grupo Procure Saber [do qual Chico, Caetano e Gil fazem parte] a apoiar Roberto sobre biografias autorizadas? Talvez seja uma contrapartida ao apoio que Roberto deu à fiscalização do Ecad [entidade arrecadadora de direitos autorais]".

Em seu artigo, Chico disse ainda achar "justo" os herdeiros de Garrincha terem conseguido uma "alta indenização" da Companhia das Letras pela biografia "Estrela Solitária", escrita por Ruy Castro.

O editor da Campanhia das Letras, Schwarcz, rebateu no blog da editora que não houve indenização à família de Garrincha (1933-1983), e sim um "volumoso acordo, sem nenhuma condenação".

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por nos dar o prazer da sua visita.
Seu comentario será publicado depois de moderado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates